A exclusividade e o aspecto rústico são os principais diferenciais do ladrilho hidráulico, que pode ser usado no piso ou parede de qualquer ambiente, tanto externo como interno, de uma residência ou estabelecimento comercial. Os ladrilhos, que são uma herança do sul da Europa foram largamente utilizados no começo do século XIX e início do XX como uma alternativa às pedras mais caras, principalmente o mármore.

Anelisa Lopes escreve sempre às terças. Acompanhe alguns de seus projetos e referências no Instagram: @a81_design)

Molde e peça de ladrilho hidráulico (foto: arquivo pessoal)

A partir de 1960, as peças caíram no esquecimento, pois passaram a ser substituídas por revestimentos mais baratos e fáceis de serem fabricados. Nos últimos anos, no entanto, voltaram com força total e ganharam sofisticação, já que podem ser desenhadas especificamente para um projeto, deixando-o totalmente personalizado. Algumas empresas que fabricam o elemento possuem parceria exclusiva com arquitetos e designers de interiores, garantindo, dessa forma, que os azulejos tenham desenhos únicos. 

O ladrilho não é a opção mais em conta para revestir um ambiente – apesar de sua matéria-prima ser o cimento -, pois seu processo de fabricação é artesanal, em que cada peça é produzida por um profissional qualificado. Basicamente, são necessários um molde de bronze, que possui diversas divisórias para que as cores não se misturem, e a pigmentação escolhida, também produzida para cada elemento. 

O molde é ajustado a um quadro de ferro para que cada pedaço seja preenchido com a mistura de pigmento e cimento individualmente. Depois de retirado, a parte colorida é coberta por um pó seco e depois uma mistura úmida, e comprimido por uma prensa hidráulica. Após um descanso de 24 horas, é colocado na água. Segue-se, então, um período de armazenamento para posterior utilização. 

Charme e exclusividade do ladrilho hidráulico no corredor (foto: arquivo pessoal)

O ladrilho pode receber até três camadas de resina para que fique protegido e ainda requer manutenção periódica com cera líquida incolor para manter suas características originais. A limpeza é feita com água e sabão neutro. Nunca use soluções com alvejantes ou ácido, pois pode manchar o revestimento. 

É possível fazer ladrilhos de vários tamanhos. O mais comum é encontrá-los na medida 15 cm x 15 cm, mas ainda podem ser concebidos com formato hexagonal ou retangular. Os ladrilhos possuem junta seca, ou seja, não é necessário deixar espaço entre as peças. Vale lembrar que se usado como piso, a peça também requer rodapé, que também pode acabar virando um elemento decorativo quando usado sozinho. 

Para que o acabamento fique perfeito, é preciso tomar alguns cuidados em seu armazenamento e instalação. As caixas devem se manter secas, pois a unidade do papelão pode manchar os ladrilhos, que devem ficar “face a face” para que não risquem. O profissional não deve usar nenhum tipo de martelo para assentar a peça, pois pode causar fissuras em sua superfície.