Se você responder a essas perguntas de uma forma verdadeira, terá a resposta de porque ainda não emagreceu ou porque emagreceu e engordou novamente.

Na clínica, com meus clientes, trabalho sempre com as seguintes questões: Qual é a melhor coisa que poderia acontecer se você emagrecer? E qual é a pior coisa que poderia acontecer se você emagrecer?

As perguntas a princípio parecem óbvias e as respostas são, na maioria das vezes, fáceis de obter: “Eu vou ser mais feliz”, “Vou ter mais disposição”, “Vai melhorar minha autoestima”, “Vou ter mais vontade de me expor”. O mesmo acontece para as respostas à segunda pergunta: “Eu não consigo me lembrar de nada que poderia perder se eu emagrecer”.

No entanto, a realidade é bem diferente. Essas são respostas que sua mente consciente lhe dá. Na verdade, deve haver uma razão que você conscientemente não conhece e que está impedindo você de ser magro. Se não houvesse, você já teria conseguido atingir seu objetivo ou pelo menos estaria a caminho dele. Se você quer emagrecer e falhou em tentativas anteriores, entenda porque respondendo a estas questões.

Se, para você, é difícil encontrar a resposta a essas perguntas, pense nas coisas que você deveria mudar para emagrecer, que você não gosta de deixar de fazer, que não tem a vontade de fazer, ou em uma mudança que talvez seja difícil fazer. Pode ser: “Vou perder minha vida social”, “vou me afastar das pessoas”, “vou ter que trocar todas as roupas do meu guarda roupa”, “vou ser obrigada a fazer exercícios que eu odeio”, ou “vou ficar chata só falando de emagrecimento”. Como já falamos aqui, nossa mente subconsciente nos protege, não quer nos fazer sofrer e, dessa forma, se o seu desejo de evitar tudo isso é maior do que a vontade de ficar magro, é assim que as coisas irão acontecer.

Conscientemente somos levados a obter prazer, mas inconscientemente, por instinto natural, evitamos a dor. O pensamento de fazer o que é preciso para atingir seu objetivo é mais doloroso do que de não alcançá-lo. Assim sendo, se você quer emagrecer a ideia de iniciar uma dieta ou fazer exercícios significa fazer coisas que você odeia, então, é provável que inconscientemente você escolha ficar em excesso de peso. A dor associada à mudança é mais forte do que o desejo de obter o resultado final.

Nossos padrões mentais são criados e armazenados em nossa mente subconsciente. É ai que a mudança deve começar de fato. Crie mecanismos para que sua mente subconsciente remova ou minimize a dor de fazer as coisas que você não gosta. Mande mensagens ao seu cérebro sobre a necessidade de fazer essas mudanças em sua vida. Use sua mente para mudar seu corpo. Comece a associar dor ao fato de você não mudar, associe dor àquilo que significa prazer a você. Acredite, para ter uma Mente Magra é preciso querer de fato livrar-se dos seus pensamentos sabotadores. Até que você resolva este impasse em sua mente, você não terá resultados efetivos.

Pense nisto.

Abraço.

Andrea Romão

Coach de Emagrecimento