foto: Pixabay


 

Os últimos dias foram sem trilha.

Como nunca antes, o som do carro anda desligado.

As músicas que sempre embalam minhas idas e vindas têm perdido para o silêncio.

Preciso dizer que encontrei paz.

Quem diria.

 

Nunca saberia.

Não fosse o cansaço que me deu um laço e me deixou um bagaço.

 

Fruto de muitas atribuições, obrigações e das pressões.

Fora as que a gente se impõe.

 

Para relaxar, desliguei.

Me desconectei.

Fugi dos estímulos.

Nem filme, nem TV.

Nem jornais, nem redes sociais.

Só um livro.

O silêncio.

E a paz.

 

Um antialérgico.

A cama.

Um cochilo.

O sossego.

Embalado pelos sabiás.

Agora, quero mais!

 

*Como sempre, tem um vídeo, curtinho. Porque o que a gente ama e não é obrigação, não cansa. São só 4 minutinhos. E também pode te fazer pensar sobre o seu ritmo.