Acreditar na fantasia do Natal desperta valores. E deixa lembranças deliciosas da infância, a única época da vida em que a gente acredita piamente que tudo é possível.