Você já reparou que a publicidade invadiu a nossa vida e a gente não consegue frear a enxurrada de anúncios que aparecem na nossa frente, principalmente nas redes sociais?

Os efeitos disso são cruéis. Técnicas da neurociência são usadas pra te “perseguir” e fazer você acreditar que PRECISA comprar. Que precisa TER.

Os danos disso são maiores entre as crianças que, além de serem o público alvo de várias marcas, também se transformaram em garotas propagandas dia e noite, dentro de casa. É um estilo de vida baseado no consumo, que também faz delas vítimas do trabalho infantil moderno.

É uma discussão que rende pano pra manga. E movimenta especialistas na batalha pra romper com esse ciclo. A ONU está atenta e preocupada, assim como o projeto Criança e Consumo do Instituto Alana, que fez 10 anos.

Para entender de um jeito simples e leve as sutilezas do consumismo na nossa vida e o perigo disso, é só dar play. Vale a pena!