mensagem

Atualmente está difícil conseguir manter um relacionamento afetivo; em parte pelas constantes mudanças de valores que estamos passando e também por estarmos na era digital, onde os encontros amorosos se tornaram mais fáceis.

Muitos relatos de casamentos ocorreram devido aos aplicativos e sites de namoro, se por um lado a entrada da internet facilitou os encontros, por outro vem deixando marcas de tristeza, pois ficou muito mais fácil terminar relacionamentos sem nem uma mensagem. Sumir sem deixar recados. A falta de respostas já deixa claro que o outro não quer mais nada.

Ghosting significa “fantasma”, sendo empregado para explicar os sumiços de um dos parceiros dos relacionamentos, simplesmente um dos pares some sem ao menos explicar o que aconteceu, simples assim. Nem mesmo uma mensagem, a pessoa pode ser bloqueada, cortando qualquer possibilidade de contato.

Sabemos o quanto é difícil confrontar o outro em uma situação de término, às vezes uma pessoa perde o interesse, acaba se envolvendo com outra, está com medo de se apaixonar ou até nem sabe o porquê, mas não quer dar continuidade ao relacionamento. Não é fácil dar explicações, lidar com a dor do outro, com a tristeza, porém sumir não é o caminho mais assertivo, é importante oportunizar um momento para finalizar um relacionamento.

Lembro-me de um caso de uma garota que entrou em contato comigo por e-mail, já tem muito tempo, ainda na época que somente o e-mail e o Orkut eram os meios utilizados pela internet. O rapaz apaixonado, afetivo, de repente deixou de atender as ligações e se envolveu com outra pessoa. Ela não conseguia entender o que havia acontecido, de como um dia estava apaixonado e no outro estava com outra mulher. Passaram-se anos e ela ainda esperava um retorno, uma explicação, não conseguia assimilar o que havia feito de errado.

Os efeitos desses términos abruptos e sem explicações podem gerar sérios efeitos negativos às pessoas, como: baixa autoestima, depressão, sensação de culpa e até dificuldades em se relacionar novamente, por insegurança e medo.

Se você já passou por uma situação semelhante é importante entender que a dificuldade do confronto é do outro, que você pode e deve dar a oportunidade de se relacionar com outra pessoa, sem medo de ser feliz, afinal a vida é repleta de riscos, apaixonar-se e sofrer é um deles.