Acompanhe o blog ‘Lindeza’ no FacebookTwitter e Pinterest.

A modelo australiana Robyn Lawley publicou no Instagram uma foto sem retoques de Photoshop em que aparece de biquíni e sem maquiagem. Em um primeiro momento, Lawley foi apoiada pelos seus seguidores pela atitude que valoriza a beleza natural. No entanto, a polêmica se formou quando a revista Marie Claire, publicou uma matéria com o título ‘Modelo considerada plus size publica foto sem retoques e sem maquiagem para divulgar linha de roupas’.

Os internautas (e eu estou nesse time) ficaram indignados por Robyn ser chamada de “plus size”. “Na verdade, o ‘plus size’ usado indiscriminadamente, ao invés de ajudar quem é gorda, só reforça estereótipos de magreza”, tuitou Ana (@eladisseassim). Até mesmo o tamanho grande da moda é pequeno demais comparado com o padrão de beleza das pessoas comuns.

Mas a revista Marie Claire não foi a única a titular a modelo como ‘plus size’. No site oficial da própria Robyn Lawley ela é chamada de modelo “plus size”: “Robyn é mais conhecida pela capa de junho de 2011 da Vogue Itália e por ser primeira modelo plus size fotografada Vogue australiana”.

A modelo também retuitou posts de outras publicações que a destacam como modelo plus size:

Portanto, parece que para as revistas de moda e para a própria Robbyn não há dúvidas de que o tamanho dela é grande para essa indústria. A discussão apenas faz sentido para as pessoas que conseguem olhar para a moda com distanciamento.

Robbyn pode ter mais curvas do que as modelos que vemos, geralmente, em editoriais de revistas e nas passarelas, mas isso não quer dizer que faz sentido que ela represente as mulheres que usam tamanho grandes. Essa é a questão.

Acompanhe o blog ‘Lindeza’ no FacebookTwitter e Pinterest.