Estamos na última semana das férias escolares e é quando as famílias começam a voltar pra cidade. Mas ainda tem uma semaninha pela frente e exige muita imaginação e criatividade dos pais. Inventar programas que ajudem as crianças a gastarem energia e se divertirem é a missão da hora em que se acorda a hora de dormir. E não é nada fácil. Muito mais quando se quer fugir de shoppings centers e altos custos.

É inevitável que um passeio pelo shopping renda muito mais do que aquela oficina que o shopping te oferece. Uma vez que você está lá dentro, inevitavelmente, vocês irão consumir alguma coisa na praça de alimentação e a probabilidade da criança pedir para comprar algo é grande também. O shopping, por mais que ofereça entretenimento, é um lugar de consumo e não queremos que férias e diversão sejam sinônimos do mesmo.

A ideia de trocar passeios em shoppings por programas a céu aberto tem benefícios que vão muito além do bolso dos pais. Além da economia financeira, a probabilidade dos pais encontrarem um programa que gaste a energia da criança e não a deixe hiper acelerada é maior. Dentro de um shopping, os estímulos que as crianças recebem são muitos e, muitas vezes, ela sai de lá mais agitada do que entrou.

Programas simples como andar de bicicleta ou sair pra tomar um sorvete podem deixar a criança feliz e satisfeita. Os museus da cidade oferecem muitas oficinas de graça nessa época do ano e tem a vantagem do programa ser uma atividade cultural. As crianças normalmente adoram quando saem de uma exposição e podem experimentar as técnicas que acabaram de ver. A programação do SESC é sempre uma ótima opção.
Para quem não gosta de museu, os parques são boas soluções. Vale levar a bicicleta, ou alugar uma por lá, e fazer um passeio. Muitos parques têm bibliotecas e planetários que podem complementar o passeio.

Depois ainda vale escolher uma sombra bem gostosa e fazer um belo piquenique. Parece bobagem, mas levar a criança ao supermercado e escolherem juntas o que vão comer no parque já é uma superdiversão. Cada etapa do programa pode ser muito divertido se você envolver a criança.
Outra ideia é aproveitar a cidade mais vazia e o trânsito mais leve para levar a criança conhecer o centro e os pontos turísticos da cidade. Passear a pé é uma delícia e propicia boas descobertas. Aos finais de semana, as cidades também oferecem festivais e feiras ao ar livre. São muitas e vale sempre buscar a programação nos sites das prefeituras e os especializados.

Ideias não faltam. Precisa só sair da zona de conforto 😉 Bom final de férias