Foto: Werther Santa. Fonte: Estadao/Divulgação.

Foto: Werther Santana. Fonte: Estadao/Divulgação.

Para muitos é charmoso ser moderno. Até se torna uma obrigação. Tchau a tudo o que é antigo e ultrapassado. Isso valeria para os diversos ramos da vida.

No caso das cidades, a cidade charmosa e moderna é a que procura punir o poluente meio de transporte automotivo, e incentivar as bikes e ciclovias, amigas de fato da natureza.

São Paulo, entre outras cidades, amplia, acompanhando a tendência mundial, as suas ciclovias. E assim se torna charmosa, apesar da briga dos a favor e dos contra a cor vermelha que identifica as ciclofaixas.

Ser moderno para os governos é, portanto0, também construir ciclovias, e, para as pessoas, usá-las e deixar o automóvel na garagem.

De fato, há um lado bom em ser moderno. No caso aqui em questão, o exercício de pedalar faz bem à saúde, tanto da pessoa quanto do meio ambiente em que ela vive.

A partir de tudo isso, cara leitora, qual uma das características da MULHER MODERNA, que a torna sumamente charmosa?

Pergunta meramente retórica, porque de fácil resposta.

Mulher moderna vai de bike, porém, a mulher que é sumamente charmosa, leva o seu namorado na garupa, para a inveja das que não o levam. Afinal, ser moderna tem o seu peso.