imagem: pixabay

O Brasil de 2017 é um lugar bastante instável, pequenina. É emocionante, não vou negar. Mas ninguém tá feliz, não vou mentir. São golpes e escândalos por minuto. Não tem respiro.

 

Dessa vez, quando o furação veio, papai não estava em uma redação. Você, sabe, estou em um “hiato por tempo indeterminado” de redações. Dessa vez, no momento exato do terremoto, estava brincando contigo.
-1,2,3,4, pode ir?
-Pode!
-Cadê essa coisinha? Tô ouvindo um barulhinho atrás da porta, ou está debaixo da cama?
-hihi…
E no WhatsApp chega:
“Mano do céu, cê tá na redação? Ele cai mesmo?”
Vou responder, mas você não deixa.
-Quero ver o BobZoom no celular, papai.
-Não, formiga, deixa eu ver o que tá acontecendo aqui.
-Eu quero. Eu quero. Eu quero!
Noto no fb alguns memes. (Sabe, pequena, nós do Brasil 2017 nos comunicamos, nos informamos, nos divertimos e até nos amamos através de memes. Recordo que no colegial tinha aula de História com charges. Uma professora levava as charges políticas da época. Não tenho dúvidas que você estudará memes. Eles, e só eles, parecem dar conta do que tá acontecendo no país nesses tempos. Inclusive, pensando no futuro da minha profissão: caro Jornal Estadão, #ficadica de acrescentar o meme político em suas páginas. E já me candidato a vaga de “memeiro”, ok?
Pelo pouco que vejo nos memes, a coisa tá feia para o governo interino. Tento decifrar do que se trata. Mais um escândalo de corrupção não parece assim lá grande novidade. Mas o WhatApp não para. Os memes também não. E você prefere o BobZoom.
Corro para televisão e parecem dar o governo como acabado e já discutem as possibilidades após a iminente renúncia.
-Quero ver “show da Luna”, papai.
-Mas cê não tá vendo o BobZoom no celular?
-Quero os dois!!
-Não, cara. Ou é um, ou outro. Deixa o papai ver o que tá rolando aqui, vai.
Você insiste e eu lanço uma carta da manga.
-Vamo voltar pro esconde-esconde? Sua vez!
-Eeeeba!
-Vou contar, é 1…
Na TV explicam as denúncias.
-É 2…
O presidente vai fazer pronunciamento ao vivo.
-É 3…
Boatos que o governo não chega até o fim do dia.
-E lá vão os, já!!!!
“Eu não renunciarei. Vou repetir…”, diz o presidente.
Sabe, pequena. No Brasil de 2017, a conjuntura política muda a cada episódio de BobZoom, a cada brincadeira. Ninguém tem certeza de nada. E ninguém tá feliz.
Sinto que muitos preferiam brincar de esconde-esconde.
-Pode ir?
Amor,
Papai.
19.05.17