Trilha sugerida:

-Aqui na “Lideranças do Futuro – formando verdadeiros vencedores” focamos bastante na conjuntura mundial, né? Toda criança deve sair do maternal já preparada para os desafios que o mercado vai impor, então, por isso…

-Mas ela só tem….

-Calma, amor. Deixa a moça falar.

-Como ia dizendo, nós preparamos os futuros vencedores. Esse é nosso objetivo aqui. Educar e formar verdadeiros líderes. Temos todo o tipo de atividade extracurricular muito além das concorrentes. Por exemplo, a escolinha no final da rua oferece aula de futebol e ballet. Pois bem, nós oferecemos futebol, basquete, tênis, ginástica olímpica, boxe, e bem, basicamente todos os esportes olímpicos, além de iron kid mirin (que seria a prova de triatlo pra criança), ballet, jazz, zumba, axé, dança do ventre, e outros tantos ritmos essenciais para coordenação motora da criança, ah, e um tiquinho de carimbó também.

-Bastante coisa.

-Apenas o melhor, nada menos que isso.

-E quanto à alimentação?

-Ah, que bom que perguntou. Aqui, acreditamos muito que é importante ensinar a pescar, né? E levamos isso a sério. Então, a criança que quiser se alimentar tem que fazer por merecer. Todo dia, o último colocado na atividade pré-estabelecida não almoça. Assim, a criança é estimulada – até o nível de sobrevivência mesmo – a tentar mais e melhor sempre.

-Nossa. Mas ela só tem…

-Eu sei, ela é pequenininha ainda. Mas não será pequena para sempre, né? E bem, nessa idade, as atividades visam estimular a criatividade, o lúdico e tudo dentro das limitações dessa faixa etária. Por exemplo, o “Finanças Aplicadas- Nível Um” é totalmente voltado pra bebês.

-Entendo.

-Continuando, nós somos uma escola bilíngue e…

-Então, às vezes fico pensando se é uma boa assim tão cedo. Será que a criança não confunde muito Português com Inglês nessa fase?

-Português?

-É, ela ainda esta aprendendo a falar Português, aí…

-Não, não. Aqui o bilíngue é Inglês e Mandarim. Não trabalhamos com Português. Não precisa se preocupar com isso.

-Não falam Português?

-É uma mudança recente. Nossos especialistas em conjuntura política acreditam que com a crise, o Brasil não é mais uma economia em potencial. Por isso, decidimos focar em quem está crescendo. A China, como vocês sabem, segue bombando. Acreditamos que o Mandarim é a língua fundamental no momento. Já o Português, nossos especialistas avaliam quase como uma língua morta – do ponto de vista de mercado, né? E o Inglês, bem, os Estados Unidos ainda tem muita lenha pra queimar, rs. Seguem sendo a grande liderança no ocidente.

-Nossa, mas ela…

-Eu sei o que você está pensando, papai. “E se o Trump ganhar”, né? Bom, nesse caso, já bolamos uma atividade extracurricular chamada “Militarismo Infantil”. Nossos especialistas imaginam que com uma vitória do Trump, guerras mundiais serão tendência e também um novo mercado a ser explorado considerando a oportunidade de exércitos mercenários ao redor do mundo. Daí, nossas crianças já estarão devidamente preparadas.

-Certo. Ok, muito obrigado. Vamos conversar e entraremos em contato. Precisamos de tempo para pensar, né? Muitas escolas, muitas dúvidas…

-Verdadeiros líderes sabem agir na hora certa. Não dão espaço para dúvidas.

-Oi?

-A capacidade de decidir, é algo que ensinamos aqui. Mas são os pais quem sabem o melhor para os filhos. Se uma filha cheia de dúvidas não for problema para vocês…

E assim, fugimos cheios de dúvidas e com apenas uma certeza.

….

Ps: Querida pequena e demais leitores, essa crônica – assim como todas as outras que já escrevi aqui – são, obviamente, ficção. A escola acima não existe. É apenas uma brincadeira. Como dizem por aí, “Esta é uma obra de ficção. Qualquer semelhança com fatos ou pessoas reais é mera coincidência”.
To be continued.

Amor,
Papai.
31.03.16