Foto: Pixabay

O ano de 2016 não foi para os fracos. Parabéns, fomos todos bravos sobreviventes! Além das crises na política e na economia no Brasil, fomos abalados por (outras) grandes tragédias como os ataques terroristas em diversas partes do mundo; a notícia das famílias dizimadas em Aleppo, na Síria, vítimas da guerra – deixando muitas crianças órfãs –; a morte dos jogadores da Chapecoense, de integrantes da comissão técnica do time e de colegas jornalistas no desastre aéreo na Colômbia; entre tantos momentos devastadores. Choramos essas vítimas como se fossem da nossa família, como se fossem próximos a nós.

Mas houve também nossas dores pessoais. Perdemos alguém da família, soubemos da doença de uma pessoa querida, nos afastamos de algum amigo. As reviravoltas insanas e a avalanche de más notícias que 2016 trouxe dia a dia, no entanto, nos mostraram que não devemos deixar para depois uma palavra de carinho a quem amamos, desde alguém da família até amigos, que, como dizem, são a família que nós escolhemos. Falar, espontaneamente, quando der vontade, sem precisar ter de esperar uma data especial para isso.

Diga ‘eu te amo’ àquele amigo que está longe. Faça ele saber agora que ele é querido por você. Amoleça seu coração e peça desculpa àquele parente, mesmo que seja por um inbox, um textão no Facebook ou um áudio no WhatsApp, por um desentendimento que nem foi tão grave assim. Deixe as mágoas para lá. A culpa não foi sua? Não importa: “bandeira branca, amor”, já cantava Dalva de Oliveira.

Dedique um tempo de seu dia a seu filho, mesmo quando o cansaço do trabalho sugue suas forças. Afague seu bichinho de estimação e brinque com ele por, ao menos, alguns minutos.

Afinal, 2016 nos ensinou que a vida não segue um roteiro – e o quão é urgente dizermos ‘eu te amo’ e ‘me desculpe’ a quem é importante em nossas vidas.

Feliz 2017 e que ele seja mais leve e generoso para todos nós!

 

Mande sua história ou sugestões de matéria para os e-mails familiaplural@estadao.com e familiaplural@gmail.com

Acompanhe a gente também no Facebook: @familiaplural