arctic-155940_1280

Dando sequência à série sobre temperamentos, vamos falar sobre o de tipo colérico.

Crianças coléricas são emotivas, ativas e primárias (reagem impulsivamente).

Ao contrário da sentimental,  a criança com temperamento do tipo colérico é extrovertida e impulsiva. Gosta de novidades, de mudanças e de resultados rápidos; começa com entusiasmo atividades novas, mas tem dificuldade em terminá-las.

É sociável e faz amizades rapidamente, fala bem, tem senso prático. Mas tende a se dedicar e ser proativa apenas nas coisas pelas quais se interessa.

A alegria e o otimismo de um lado, e a instabilidade emocional de outro, são características marcantes nas crianças de temperamento colérico.

Tendem a  ser agitadas na escola, atentas a tudo e também podem desafiar a autoridade de professores e adultos.

Como motivar a criança de temperamento colérico?       

Participar e interessar-se pelos seus projetos, e colocar metas concretas, com prazos de execução.

Não dar ordens, mas convencê-las através do coração. Evitar dar broncas na frente de outras pessoas,  porque a criança tentará fugir da situação não por se sentir ferida, mas pela vontade de ser líder e ser elogiada.

Importante mostrar confiança e orientar suas atividades para ajudá-las  a cuidar de detalhes e a serem constantes. Estimulá-las a organizar com cuidado seu material e as atividades de escola, e repetir-lhes as metas concretas fixadas.

E sempre, o que vale para filhos, qualquer que seja seu temperamento: evitar rotulá-los, e esperar que se comportem de acordo com as expectativas neles depositadas. Fundamental, também,  evitar fazer comparações entre irmãos ou crianças. Cada uma é única e irrepetível e deve sentir-se especial. Amada por si mesmo e não pelas suas atitudes e temperamento.

E não esqueça: tudo deve ser posto em prática sobre o alicerce do bom exemplo e do comportamento dos pais.