Uma voz do além ganha força nas redes sociais.

estado

(Foto: Pixabay)

As pessoas não estão entendendo muito bem. Mas o seu Quirino, padrinho de um seguidor meu, voltou a postar com tudo no Facebook.

Normal, se ele não tivesse falecido aos 78 anos em janeiro de 2011, logo após a posse de Dilma.
Teve morte súbita, coração, um choque terrível entre familiares e amigos. Como possuía uma lista considerável de seguidores, resolveram não apagar a conta dele nas redes sociais, algo como uma homenagem póstuma ao dileto Quirino.

Ficou assim, inerte como o defunto, durante exatos 30 dias. No 31º entrou, do nada, um comentário assinado pelo falecido sobre a PEC do Teto. A viúva de Seu Quirino achou que fosse algum hacker e entrou em contato com os responsáveis técnicos. Foi informada de que não havia nenhuma interferência na página pessoal do morto. Ele mesmo entrara com password, senha e escrevera a mensagem.

Agora todos estão tentando localizá-lo, mas não há meio. O cadáver está pior que o Bob Dylan com a direção do Nobel, não se encontra em lugar nenhum, nem responde mensagens inbox.

O curioso é que seu Quirino só posta comentários políticos. Furibundos. Todos muito revoltados contra o governo, o PT, o PSDB e os de hoje foram todos contra o Renan e o PMDB. Também não falta ódio e sarcasmo contra o STF e o Judiciário de Curitiba. Isso sem falar em pauladas na imprensa, nos cartolas do futebol, na Igreja, nos black blocs, nos crentes e até no Alexandre Frota e no Romero Britto.

Muita gente não sabe que o velho está frio e duro e, por causa de suas diatribes, o está adicionando. Em pouco tempo, Seu Quirino arrebanhou milhares de novos followers. Para espanto ainda maior dos que sabem de sua rigidez, o homem agora responde aos comentários dos internautas. Faz pouco entrou numa polêmica com um defensor da volta dos militares e prometeu procurá-lo e esbofeteá-lo. Por razões óbvias, não compareceu ao encontro.

O Facebook não sabe explicar o acontecimento e a família está muito preocupada. Dizem que até o próprio Mark Zuckerberg está engajado em descobrir como Seu Quirino está postando em estado de rigidez cadavérica. E teria contactado a Netflix para produzir um documentário sobre o fato, com direção de Michael Moore.

Conforme o esperado, coxinhas já começaram a bater em seu Quirino de um lado e os petralhas do outro…

Se continua essa esculhambação póstuma, não dá outra: vão acabar matando o velho.