Photo by Raphael Schaller on Unsplash

Quando não sabemos o que dizer, cantamos. O mesmo aplica-se aqui. Quando não sei o que pensar, não forço meus neurônios, escrevo meus epigramas. Se Nietzsche e Wittgenstein redigiram os deles – e tanta gente não entende nada daquilo – por que não eu? O que esses filósofos têm de mais obscuro que o meu pensamento? Separei, portanto, uma mancheia de máximas e deixo-as em sua companhia. Antes de começar a leitura, note, todavia, um fato importante em relação aos aforismos. Não é porque uma frase é curta, que ela não pode ser estúpida. Aliás, nas menores frases estão os piores venenos. Logo, a Rússia estará eliminando inimigos com provérbios. Mas aí já é assunto para uma outra oportunidade.

  • O oposto da vida não é a morte, é o chato.
  • O primeiro requisito para o divórcio é o casamento.
  • A fábula é uma história sobre animais pra boi dormir.
  • É o presidente da nação mais poderosa do mundo, mas também é só isso.
  • No Brasil, a civilização não pegou.
  • Tem gente que consegue enfiar Deus até em partida de cacheta.
  • A grande contribuição da internet foi digitalizar a estupidez.
  • O panda é o hipster da floresta.
  • O cúmulo da ansiedade é gozar antes da ejaculação precoce.
  • Todas as artes são irmãs. Exceto a comédia, essa bastarda.
  • Lagartixa, aquele crocodilo com baixa autoestima.
  • Barba: gramado do rosto.
  • Eu acredito em tudo, menos na fé.
  • Mito é uma religião que não cobra dízimo.
  • O artista é lembrado pelo que interpretou do mundo, o crítico pelo que interpretou de errado.
  • Quem disse que o reino vegetal não discrimina? E o preconceito de raiz?
  • Não dê o peixe, ensine pesca submarina no Caribe.
  • Livraria: local onde fotografa-se livros com o celular para depois comprar mais barato na internet.
  • Entrar na Academia Brasileira de Letras é fácil, difícil é sair vivo dela.
  • A cigarra é uma formiga que fez Humanas.
  • O seguro morreu de colete à prova de balas.
  • A filosofia é uma doença intelectualmente transmissível.
  • Nossa Senhora Aparecida, apesar do nome, nunca fez uma selfie.
  • “Falo, por que fi-lo?” – questionou-se o Criador.
  • Nem os filhos da pátria amada aguentam mais a sua mãe gentil.
  • Tudo na vida passa, menos o arroz com uva passa.
  • Na verdade estamos em 1918. A informação de que entramos em 2018 era fake news.
  • O brasileiro é um português fabricado na China.