Caos

Boletim de trânsito

Por Carlos Castelo

16/03/2017, 10h36

   

Motoristas que passam próximo à avenida Ibirapuera vão estranhar a ausência do Cebolinha.

bike-1389088_960_720

(Pixabay)

Atenção, você que dirige pelas ruas de São Paulo. O motorista que deseja circular pela Estação da Luz tem dois minutos para fazer isso, já que estão trocando o nome do local.

Neste momento, equipes do DSV instalam a nova placa e o logradouro passará a se chamar Estação do Breu. Foi a maneira que se encontrou de economizar energia no centro da cidade sem precisar tirar mais lâmpadas.

O motorista que está na Marginal deve entrar na primeira lateral à direita agora, nesse instante e bem rápido. Um avião sumido na Ásia inesperadamente reapareceu e está precisando pousar em algum lugar da cidade. A torre de controle de Cumbica sugeriu a Marginal de Pinheiros, apesar do congestionamento. Portanto, se não for possível sair da Marginal desligue o motor agora, jogue-se no canteiro e mantenha-se em posição fetal até a completa paralisação dos reatores da aeronave.

No viaduto João Julião da Costa Aguiar, bem ao lado da pista de Congonhas, houve um segundo episódio aeronáutico. Uma carreta acertou a traseira de um Ford Ka. Devido ao forte impulso, o veículo acabou chegando até a cabeceira e decolou rumo ao Santos Dumont. A torre de controle de Congonhas informou que o Ka está dentro do horário e aterrissará no Rio de Janeiro pontualmente em 45 minutos.

Motoristas que passam próximo à avenida Ibirapuera vão estranhar a ausência do Cebolinha. Ele foi retirado do lugar onde estava e remontado no Parque da Mônica, onde agora será a nova atração, junto com o Horacic Park e a Piscina de Bolinhas do Cascão. No lugar foi colocada uma faixa exclusiva de ônibus.

O consórcio Via Oeste informa que a mão da Rodovia Dutra está apenas no sentido Rio de Janeiro – São Paulo há oito dias. A decisão fez com que se formasse uma pilha de 17 andares de carros, ônibus e caminhões na entrada da Marginal. Os marronzinhos já começaram a multar os veículos que se amontoaram e devem acabar o serviço até outubro de 2019.

Mas a maior novidade hoje no fluxo da cidade são os ciclistas. Cerca de 200 mil deles se reuniram e resolveram devolver aos carros o que os carros fazem com eles. Até momento, devido às fechadas e ataques simultâneos promovidos pelas milhares de bicicletas, a cidade já conta com mais de 237 abalroamentos, 198 colisões em postes, 14 capotamentos e um pedestre empalado na estátua do Borba Gato.

E nossa última recomendação: ao volante use cinto, calça, camisa, cuecas, calcinha e soutien. Dirigir nu é considerado infração grave e o motorista pode perder sua CNH.

Comentário(s)

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.