Amanhã, dia 22 de janeiro, promete ser uma data especial e que deve entrar para a história, pelo menos para quem gosta de animais. Será realizada a manifestação Crueldade Nunca Mais, ato organizado por diversas ONGs de proteção de animal que reivindicam que seja criada uma lei mais adequada para punir quem pratica maus-tratos contra bichos, já que a atual é branda e praticamente não coloca na cadeia pessoas que fazem verdadeiras barbaridades.

 

 

Para isso, está sendo elaborada uma petição oficial do movimento (abaixo assinado), que circulará em vários estados brasileiros e na internet, com o objetivo de coletar um milhão e meio de assinaturas em todo País. Até agora, ONGs de quase 170 cidades já confirmaram a realização do movimento em seus municípios, totalizando 23 estados na campanha. Entidades dos EUA e Inglaterra também confirmaram apoio.

A ideia surgiu principalmente depois da exposição de tanta crueldade contra os bichos. As redes sociais foram fundamentais para garantir a participação e coordenação do evento. “A manifestação será um movimento pacífico e respeitador das leis, idealizado e organizado pelos protetores de animais do Brasil, o qual será o início de uma série de ações que visam à penalização correta para crimes de maus tratos aos animais”, afirmam os organizadores.

Cada município organizará o formato da manifestação (veja aqui a relação e informações sobre a manifestação mais próxima a você). Na região metropolitana de São Paulo o encontro será na principal via da cidade: Av. Paulista, às 10 horas, em frente ao Masp. Nada mais justo, já que diversas vezes o local serviu de palco para manifestações em defesa também dos direitos dos seres humanos.

Para evitar estresses e preservar a saúde dos animais, a organização pede que não sejam levados bichos de estimação ao evento, além de todos manterem a calma e lembrar-se de manter a cidade limpa. Cartazes serão permitidos, desde que não apoiem a violência.

Mais informações: http://www.crueldadenuncamais.com.br

 

Organização central da manifestação Crueldade Nunca Mais.
Em pé: Paulo Tenório, Soraia Calil, Adriana Walch, Fernanda Barros,
Lilian Rockenbach, Marilia Azevedo, Altina Mabellini,
Angela Caruso e Leila Abreu. Sentados: Correa do Mel,
Luiz Scalea, Allan Reinaldo e Beth Castilho
CRÉDITO: DIVULGAÇÃO