Brasília (11/09/2010) – Os representantes do Governo e da área privada que integram a Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Animais de Estimação estarão reunidos nesta sexta-feira, 1º de março, no Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), em Brasília.

Na ocasião, o Mapa informa que será apresentada a atualização da lista das espécies que poderão ser criadas em ambiente doméstico como animais de estimação. Também será exposta a atuação do Ministério da Pesca e Aquicultura no setor de peixes ornamentais.

Para José Edson Galvão França, presidente da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva de Animais de Estimação e da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), qualquer lista apresentada será recusada. “Queremos a possibilidade de que todos os animais possam ser criados como doméstico pet, desde que estejam dentro das regras do País. Porque entendemos que com isso será possível conservar, inclusive espécies em extinção.”

Segundo França, a ideia é restabelecer um diálogo para que o Governo possa ouvir a posição dos criadores. “O foco do Ibama é conservar e uma lista de animais que podem ser criados não vai ajudar em nada. O caminho mais lógico é profissionalizar, treinar, dar recursos e fazer um regulamento mais claro.”

Hoje são mais de 400 mil criadouros no Brasil, segundo o presidente da Abinpet. Ele acredita que a autorização poderia fomentar a criação e evitar que animais em extinção sejam criados fora do País e importados como exóticos. “Se for permitida a criação de animais em extinção de maneira séria e profissional, dentro das regras do jogo, comercializando oficialmente com nota fiscal, vai ajudar a conservá-los. Qualquer espécie, seja silvestre ou não, entendemos que temos o direito de criar dentro das regras estabelecidas de conservação.”

 

Serviço:

Data

1° de março de 2013 (sexta-feira)

Horário

10h

Local

Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa)

Sala de reuniões do CNPA

Brasília

 

ACOMPANHE O BLOG CONVERSA DE BICHO:

FACEBOOK | TWITTER