Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Verão chegando e todo mundo quer exibir um corpo em dia. Mas na hora de ir à academia, você olha aquela bolinha de pelo implorando para ir junto. Dá uma dor no coração ter que deixa-lo sozinho, né?! Tenho uma novidade: não precisa mais passar por isso!

Conheça diversos estúdios, academias e tipos de exercícios para fazer acompanhado de seu peludo.

PROFabiana Vernero/Creative Commons

PROFabiana Vernero/Creative Commons

Passear no parque, subir escadas ou mesmo escolher ruas com ladeira podem ser boas opções para quem quer se exercitar e de quebra gastar a energia do dog. Mas se o pequeno não aguentar ou não puder fazer tanto exercício, a única opção era deixa-lo em casa. ERA! Em São Paulo, há diversas possibilidades para todos os tipos de físicos e pets.

Pilates

Foto: Bruna Sampaio

Foto: Bruna Sampaio

Em Perdizes, a fisioterapeuta Bruna Sampaio possui um estúdio de pilates pet friendly. Além de se exercitar, ficar com ótima postura e barriga sarada, você não desgruda do pequeno. Bruna pensa em exercícios nos quais o peludo possa ficar em contato com o proprietário. O Stitch chicletinho amou dormir na minha barriga enquanto eu malhava o “pânceps”.

Foto: Bruna Sampaio

Foto: Bruna Sampaio

Bruna explica que o ideal é fazer aulas duas vezes por semana para um resultado mais satisfatório. Ela começou a aceitar cães, pois não queria que seus alunos faltassem. “Mesmo as alunas que são mães, sugiro trazer o bebê e fazer o exercício com ele no colo. Assim elas podem dar continuidade à atividade e não precisam desgrudar do filhote” comenta a fisioterapeuta. Se você não gosta de ficar com aquela dorzinha após a atividade física, essa é a modalidade ideal para vocês. Bruna conta que o resultado já pode ser notado em dois meses.

Body Mind

Foto: Diego Rivera

Foto: Diego Rivera

A bailarina Glaucia Lobo Bittar encontrou na ioga os limites do corpo. Após dançar profissionalmente por muitos anos, agora se dedica a dar aulas de body mind. A mistura de ballet com ioga proporciona tônus muscular, alongamento, mas sem perder o foco na respiração e postura. “Não podemos passar o limite do corpo. A filosofia da ioga está presente, evitando a competição entre as alunas e valorizando cada ganho e melhora corporal” ensina a professora. Por isso, qualquer pessoa pode fazer a aula, mesmo não sabendo nada de ballet.

Foto: Diego Rivera

Foto: Diego Rivera

Quando questionada sobre ser pet friendly, Glaucia explica que o Centro Integrado Corpo e Movimento é mais do que amigo dos bichos: “Antes do Centro existir, eu já era vegetariana. É uma forma de respeitar a existência dos animais, independentemente da espécie. Aqui, todos os animais são bem vindos!”. Há uma área externa, onde os pets podem ficar a vontade. Mas como o Stitch é comportado e grude, ficou ao lado das alunas durante a aula toda. Só faltou a sapatilha.

Ballet Fitness

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Se você gosta de ballet, mas quer resultados rápidos e um corpo super sarado, você PRECISA conhecer o ballet fitness. Desenvolvido há 12 anos pela ex-bailarina e educadora física Betina Dantas, é a febre das celebridades e musas fitness. “Além de melhorar a postura e tonificar os músculos, alonga o corpo feminino, sem deixar aquele inchaço de academia” ressalta Betina. A técnica não usa pesos ou aparelhos. As repetições usam o próprio corpo para trabalhar todos os músculos, até aqueles que você não sabia que existiam. Segredo: eu saí da aula sem conseguir descer escadas, de tão poderoso que é esse exercício.

Foto: Betina Dantas

Foto: Betina Dantas

Com espaços externos, o Studio na Vila Olímpia não apenas aceita animais, como tem um mascote. King é um Golden Retriever fofucho, que ajuda a colocar ânimo nas alunas mais preguiçosas, como eu. Ele se dá bem com todos os animais, mas sem provocação. King não leva desaforo para casa. O segredo é fazer um belo cafuné, que ele dorme sossegado.

Funcional

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

A personal Thais Scala trabalha com treinamento funcional. Os exercícios são focados no abdômen e lombar, para ter um corpo firme e forte para todos os desafios. Na verdade, o foco da aula foram os cães. O Stitch e a Chiara correram, brincaram e bagunçaram o quanto podiam. Além de fazer muito abdominal, trabalhamos o abdômen dando muitas gargalhadas. “A Chiara (Border Collie) é muito brincalhona. Fazer o treinamento com ela é mais divertido e não cansa tanto” comenta a modelo Bárbara Avellar.

Foto: Luiza Cervenka

Foto: Luiza Cervenka

Thais explica que para conquistar o tão desejado corpão é preciso aliar o treinamento com a alimentação. “Não adianta fazer aula duas vezes na semana e comer só besteira. Cada corpo responde de uma forma. Mas se equilibrar exercícios com alimentação saudável, o resultado pode ser conquistado em até um mês” conta a personal.

Atividade no parque

wcm1111/Creative Commons

wcm1111/Creative Commons

Muitos parques da cidade de São Paulo oferecem atividades. Algumas são até gratuitas. Para todas as idades e perfis, há diversas opções para se exercitar ao lado do peludo. Só no Parque do Ibirapuera, são oferecidas as atividades: ioga, tai chi chuan, mahamudra, corrida, alongamento, dança circular, lian gong e caminhadas.

Sem desculpas, ein! Ainda dá tempo de correr atrás do seu corpo ideal e ficar pronto(a) para o verão.

Na próxima sexta-feira, dia 04/12, temos um encontro marcado na Agenda Animal. Até lá!