Estadão

Fechar

Você está no seu último texto gratuito
deste mês.

No Estadão, tem sempre mais pra ler.
Continue se aprofundando nas notícias.

Assine o Estadão e tenha acesso livre »
É assinante? Entre aqui

Nesta páscoa, cace ossos com seu cachorro

Luiza Cervenka de Assis

12/04/2017, 11:09

ArtMutt/Creative Commons

Páscoa é época de caça aos ovos de chocolate. Mas cães e gatos não podem sonhar com essas gostosuras. Mesmo os tutores cansados de saber que chocolate é tóxico para os peludos, é sempre bom relembrar e oferecer alternativas. Assim, foi aberta a temporada de caça aos ossos.

Um chocolate esquecido sobre a mesa ou mesmo um pedaço oferecido ingenuamente podem intoxicar e até matar!

O principal componente que provoca a intoxicação é a teobromina, presente no cacau. O nosso organismo metaboliza facilmente essa substância. Já os cães não conseguem eliminá-la de forma rápida, e por isso, se intoxicam. Esse componente é perigoso, mesmo se a quantidade ingerida for pequena. Quanto mais escuro (puro e concentrado) o chocolate, maior o risco de intoxicação pela substância.

As quantidades tóxicas não necessariamente precisam ser ingeridas de uma única vez, já que a teobromina pode permanecer no organismo do peludo por até seis dias. Portanto, doses repetidas em dias sucessivos também levam à intoxicação.

Os sinais clínicos são vômito, diarreia, polidipsia e poliúria (bebe mais água e urina mais), náuseas e arritmias cardíacas. Os animais também podem apresentar incontinência urinária, hipertermia (aumento da temperatura corpórea) e, em casos mais graves, coma e morte. Hemorragia intestinal pode ocorrer em alguns casos, normalmente entre 12 e 24 horas após a ingestão e, se não for tratado a tempo, pode ser letal.

“O tamanho do cão também influencia. Geralmente a intoxicação é mais comum em animais de pequeno porte, pois há maior quantidade de chocolate disponível em relação ao seu peso corporal”, explica Carla Berl, médica veterinária e diretora da rede de hospitais veterinários Pet Care.

Joe Schulz/Creative Commons

Infelizmente, não existe antídoto para a intoxicação com teobrominas. Por isso, deve-se tratar os sintomas apresentados. Trata-se de uma emergência médica, e nessa época do ano o atendimento a cães intoxicados aumenta.

Uma alternativa para quem não abre mão de comemorar a Páscoa mimando o pet e quiser dar um “presente de páscoa” com sabor de chocolate, é comprar o chocolate específico para cachorro. Alguns são elaborados a base de farelo de soja, outros usam alfarroba. Todos podem ser encontrados em Pet Shops.

Mas a diversão mesmo está por conta do SuperShopping Osasco. Nos dias  13 e 14 de abril, acontecerá a primeira Caça aos Ossos de Páscoa. A brincadeira vai reunir toda a família e amigos com seus animais de estimação em uma busca por ossinhos de Páscoa escondidos. Além da diversão, a ação ajudará instituições de amparo a animais abandonados.

Karsun Designs/Creative Commons

“O SuperShopping Osasco se preocupa em oferecer um espaço aconchegante para todos os seus clientes, incluindo os animais. Fomos o primeiro shopping center do país a ter um lounge especial para receber clientes acompanhados de seus pets. Para a Páscoa, preparemos esta ação que é inédita no setor”, afirma Janice Mendes, gerente de Marketing do shopping center.

Para participar, o cliente deve levar seu cãozinho até o Pet’s Lounge, no Piso 2, às 15h nos dias de brincadeira para retirar um kit gratuitamente com as instruções e brindes para seu pet. Com o kit em mãos, os participantes terão até uma hora para encontrar os ossinhos escondidos em seis pontos diferentes do SuperShopping. Quem encontrar os seis Ossos de Páscoa ao final do circuito, ganhará uma medalha especial para seu amigo de quatro patas. Serão 50 inscrições por dia. Serão 50 kg de ração doados por dia para instituições que cuidam de animais abandonados.

Serviço:

Primeira Caça aos Ossos de Páscoa

Local: Pet’s Lounge, no Piso 2 do SuperShopping Osasco

Endereço: Av. dos Autonomistas, 1.828 – Osasco – esquina com a Av. Maria Campos

Data: 13 e 14 de abril

Horário: das 15h às 16h

Você atingiu o número máximo de textos gratuitos este mês

Não pare por ai.
No Estadão, tem sempre mais pra ler.

Continue se aprofundando na informação. Assine por apenas R$ 1,90 no 1º mês e tenha acesso ilimitado ao Estadão.

Conheça suas opções
de assinatura

No próximo mês, você poderá ler gratuitamente mais 10 textos.

Já é assinante?

Entre aqui

Em caso de dúvidas, fale com a nossa Central de Atendimento: 4003-5323 (capitais e regiões metropolitanas) 0800 014 7720 (demais localidades). De segunda a sexta-feira das 6h30 às 20h, e aos sábados, domingos e feriados das 6h30 às 14h. A Central de Atendimento não recebe ligações de celulares.

Ir para a versão web