Estadão

Fechar

Você está no seu último texto gratuito
deste mês.

No Estadão, tem sempre mais pra ler.
Continue se aprofundando nas notícias.

Assine o Estadão e tenha acesso livre »
É assinante? Entre aqui

Como celebrar o dia das mães de cães e gatos?

Luiza Cervenka de Assis

10/05/2017, 9:54

Os  animais de estimação estão ganhando cada vez mais espaço dentro das famílias brasileiras. Mas você dabe como comemorar o dia das mães agarrada no seu pet?

A Pet Anjo, acaba de concluir uma pesquisa inédita, que buscou entender o comportamento animal dentro das residências brasileiras. Os dados mostram curiosidades de um segmento que movimenta impressionantes 15 bilhões de reais ao ano no Brasil.

O levantamento realizado com a base de clientes da Startup constatou que 68% dos pets dormem na mesma cama dos seus tutores. Há estudos, inclusive, que asseguram que dormir com o animal de estimação é benéfico para a saúde de ambos. No caso do ser humano, favorece diminuindo a pressão arterial e diminuindo o estresse e a depressão. Por outro lado,  há os que são contra pelos riscos de contágio de algumas parasitoses ou a piora de quadros alérgicos ou interrupções no sono.

Especialistas estadunidenses achavam que os animais de estimação no quarto perturbavam o sono do tutor, mas uma pesquisa realizada este ano pelo Centro de Medicina do Sono, do Mayo Clinic (Arizona) mostrou o contrário.  Foram entrevistados 150 pacientes, sendo que 49% relataram ter algum animal de estimação em casa. Mais da metade dos tutores (56%)  permitem que seus animais de estimação durmam no quarto e 31 (41%) disseram que seus pets são discretos e beneficiam na qualidade do sono, ajudando a relaxar e dando uma sensação de segurança.

Outro hábito comum é o de ter os animais junto à mesa durante as refeições, e isso faz com que a maioria deles venha a pedir comida aos donos. Segundo a pesquisa da Pet Anjo, em 76% dos lares os pets pedem comida aos tutores durante suas refeições. Quem nunca viu em sua rede social vídeos nos quais seus animais aparecem pedindo petisco enquanto a família está almoçando ou jantando?

A pesquisa foi realizada pelo site da empresa e respondida por clientes de todo o Brasil. Segundo a CEO da Pet Anjo e médica veterinária especialista em comportamento animal, Carolina Rocha, estes números revelam que os pets estão ganhando cada vez mais espaço dentro das famílias brasileiras. “Cada vez mais conhecemos o poder dos animais em nossas vidas. Eles nos ajudam a crescer social, emocional e espiritualmente: nós precisamos uns dos outros. O conhecimento, porém, sobre as necessidades dos animais para seu bem estar, é imprescindível para o equilíbrio dessa relação”.

O levantamento mostra na prática a mudança do perfil das famílias brasileiras. Um estudo do IBGE publicado em 2015 revelou que, no Brasil, o número de famílias que criam pelo menos um cachorro é maior do que o de famílias que têm crianças. São 52,2 milhões de cães contra 44,9 milhões de crianças no País.

Com o respaldo da ciência, agora você pode tranquilamente comemorar o dia das mães com seu peludo, sem se sentir maluca.

Sessão de cinema celebra data e se comprova como ótima opção de lazer

Foto: Paulo Fernandes

Nada melhor do que celebrar o Dia das Mães com os cães, ou melhor, os “filhos de patas” e passear em lugares pet friendly. Além dos espaços públicos, a cidade de São Paulo oferece atrações inusitadas. A ação do Dia das Mães da DogHero, empresa de hospedagem domiciliar, comprova isso. O evento reuniu cães, muitos deles famosos nas redes sociais, para uma sessão de cinema, no Matilha Cultural, no centro de São Paulo.

 

Foto: Paulo Fernandes

Adaptada para os animais, o volume da sala é ajustado à audição dos pets. Os curtas renomados exibidos foram O Banquete (Feast), dos Estúdios Disney; o alemão O Presente, de Jacob Frey, que ganhou mais de 50 prêmios internacionais e é baseado na HQ do brasileiro Fábio Coala; e Quando 2 viram 6, documentário brasileiro produzido pelos santistas da Pets Filmes.

A recepção deu direito a sessão de fotos, pipoca, pizza e muitos snacks caninos.

Outra opção, cada vez mais em alta, são os restaurantes que aceitam cachorros. No Serafina e no Le Manjue, por exemplo, os bichinhos são bem vindos e podem participar do almoço, todos em família.

Mas os estabelecimentos que entendem a nova forma de família não param por aí. Que tal uma tarde de beleza? Esse é um programa indispensável para aquelas que adoram um salão de beleza. No Laces and Hair, os pets podem ficar à vontade, enquanto suas mães cuidam do visual. Inclusive, a marca desenvolveu em 2015 uma linha de produtos para pets, com xampu feito de lavanda, laranja e capim-santo e o Argan Oil Pet, que podem ser usados em todas as raças.

 

Você atingiu o número máximo de textos gratuitos este mês

Não pare por ai.
No Estadão, tem sempre mais pra ler.

Continue se aprofundando na informação. Assine por apenas R$ 1,90 no 1º mês e tenha acesso ilimitado ao Estadão.

Conheça suas opções
de assinatura

No próximo mês, você poderá ler gratuitamente mais 10 textos.

Já é assinante?

Entre aqui

Em caso de dúvidas, fale com a nossa Central de Atendimento: 4003-5323 (capitais e regiões metropolitanas) 0800 014 7720 (demais localidades). De segunda a sexta-feira das 6h30 às 20h, e aos sábados, domingos e feriados das 6h30 às 14h. A Central de Atendimento não recebe ligações de celulares.

Ir para a versão web