Jardim verdical marca a nova loja

Adriana Barra soltou hoje comunicado à imprensa desmentindo material de divulgação de Francico Cálio, em que o designer afirma ser o autor do projeto da nova loja da estilista, a ser inagurada na primeira quinzena de setembro. Fica na esquina da Alameda Franca com a Rua Haddock Lobo, em São Paulo. Adriana diz que a autoria é de um coletivo composto por ela, Houssein Jarouche, Estúdio 20.87, Eduardo Napch, da Pentágono Engenharia, e o mestre de obras Dito. A estilista, por enquanto, não quer falar a respeito. Cálio, contatado por Plural, afirma que tem contrato registrado em cartório, não dissolvido, assim como 18 modificações de projeto executadas por ele no último ano. “Como ficou bem legal, agora eles querem a autoria”, fala. “Vai dar uma indenização fabulosa para mim.” O profissional ainda lembra a semelhança entre a loja e a criação assinada por ele para a Casa Cor 2008, com o mesmo conceito de jardim vertical.
Segundo a divulgação de Cálio, o ponto de partida da obra foi um antigo casarão com 353 m2, restaurado e revestido pela paisagista Gica Mesiara. A paisagista está em viagem de férias e retorna só dia 8, por isso não pôde ser ouvida. O contraste entre o novo e o antigo viria de um contêiner suspenso de concreto aparente, com 11 metros de comprimento, que faz a ligação entre a construção preexistente e uma caixa também de concreto. As imagens publicadas aqui foram fornecidas pela assessoria de imprensa de Francisco Cálio.


A estrutura de concreto aparente