Obra de Chris Cury exibe estudos sobre magnetismo

O Espaço Gabriel, no número 470 da Alameda Gabriel Monteiro da Silva, em São Paulo, abre hoje a exposição No Ar. A mostra compõe-se de trabalhos de seis jovens artistas. Christiano Cury, Leka Mendes, Luciano Bonomo, Patricia Corvo, Paula Brandão e Rafael Define formaram um coletivo que reúne suportes fotográficos e tridimensionais. Segundo o blog da turma, “apesar da singularidade presente na pesquisa de cada artista, as obras dialogam entre si”. A aproximação residiria na intenção de revelar situações fenomênicas somente perceptíveis por meio de mediações tecnológicas. Christiano, por exemplo, traz ferramentas de medição de tempo e de campos magnéticos perfazendo a relação homem/máquina. Os outros recortam a realidade com modos de ver por meio do “olho maquínico”. Seja lá o que isso signifique, uma amostra do que pode ser encontrado no endereço parece ser instigante. Vai até 4 de setembro, de segunda a sexta, das 10 às 18 horas.


A relação tempo/espaço na foto produzida por Bonomo